A forja

Pessoal, no iníco a primeira questão do novo aprendiz de cutelaria é a fonte de calor, a forja, que parece ter mil segredos e pontos a serem vistos e revistos. Após as pesquisas e muita leitura sobre a confecção de uma forja no FCA e no E-Zine eu adquiri os materiais e me puz a “fabricar” a minha forja.

O corpo é de um extintor de 8 kilos (pó químico), a manta é refratária para até 1200º C, utilizei lajotas refrátarias para o piso da forja, assim ganho na coservação do calor interno. As outras partes foram ganhas ou compradas, não teve um investimento muito alto e me atende perfeitamente.

Fórum Cutelaria Artesanal

Quanto resolvi estudar sobre a cutelaria artesanal descobri que existia algum material disponível na grande rede, mas que precisaria de mais do que isso para confeccionar uma boa lâmina. Nesta busca por conhecimento encontrei o E-zine, que é um fórum de pesca, mas tinha um ótimo espaço sobre cutelaria. Nem bem tinha me habituado com a casa ocorreram alguns incidentes que atrapalharam o bom andamento, e logo recebi o convite para participar de um novo espaço, o FCA.

Encontrei nesse fórum uma casa de amigos, colegas e verdadeiros irmãos, muita gente disposta a compartilhar, ensinar e aprender. Logo a casa cresceu, e hoje é sem dúvida o maior portal sobre cutelaria em língua portuguesa e ouso dizer o maior acervo sobre o tema da América Latina.

Se você procura por bom material sobre cutelaria, lâminas para sua coleção, ou apenas informações sobre temas ligados a confecção de ferramentas e obras de arte em aço, visite o Fórum Cutelaria Artesanal.

Acesse: http://www.cutelariaartesanal.com.br/forum/